Home Artigos aTelecine: Conheça a banda de Sasha Grey

aTelecine: Conheça a banda de Sasha Grey

394
8
SHARE
E talvez esta cena lhe seja familiar…

Exatamente, caro leitor ou leitura desavisada. É a mesma Sasha Grey de filmes de entretenimento adulto (um eufemismo para a palavra sacanagem pornográfica). Além de ser ex-atriz pornô, possui um interessante trabalho chamado aTelecine.

Primeiro vamos falar da moça. Caso não seja do seu conhecimento, Sasha Grey nasceu com o nome de Marina Ann Hantzis em 14 de março de 1988. Aos 18 anos ingressa na indústria de filmes para adultos, chegando a participar de cerca de 270 produções entre os anos de 2006 e 2011.

Após largar a carreira de atriz pornográfica, passou a investir em sua carreira como modelo e atriz, atuando em filmes como The Girlfriend Experience (Confissões de uma Garota de Programa, título em português), além de participações em seriados. Aparece também no clipe de Space Bound, do rapper Eminem e em outras produções como Birthday Girl do The Roots e Superchrist, do Smashing Pumpkins.

Então eu sou apenas um rostinho bonito?

Dentro da cena industrial, a garota participa como vocalista em trabalhos como o do X-TG (trabalho dos remanescentes do Throbbing Gristle, contendo a participação de Chris Carter, Cosey Fanni Tutti e o já falecido Peter Christopherson, sem a presença de Genesis P-Orridge), na faixa Afraid; no disco Monohallucinatory Mountain do Current 93 e no disco Repentance, do artista de reggae Lee “Scratch” Perry (que também conta com a participação de gente como Andrew W.K., Aimee Allen, entre outros.

O aTelecine é formado basicamente por Sasha Grey e Pablo St. Francis, contando ainda com os membros Anthony Djuan e Ian C.  Musicalmente falando podemos notar as claras influências de grupos da primeira onda do industrial, como Throbbing Gristle e Coil, sendo uma mescla entre o industrial e o dark ambient, com nuances de música concreta e experimental. É um trabalho bastante consistente deste projeto, muito promissor e muito rico em sonoridades, explorando e renovando a sonoridade industrial.

Música Industrial para Pessoas Industriais

Não é tão palatável quanto se possa imaginar numa primeira audição em algumas músicas. Mesmo contendo algumas (poucas) guitarras e ter alguma influência Dub em algumas músicas, ainda consegue ser bem experimental. Lembra muito a atual fase do Haus Arafna, sobretudo do disco New York Rhapsody, lançado em 2011.

A banda de Sasha teve início em suas atividades em 2010, culminando com o lançamento de A Cassette Tape Culture, em LP e fita cassete. Boa parte dos lançamentos do aTelecine são nestes formatos, além de serem prensadas poucas cópias, nos mesmos moldes das gravações da lendária Industrial Records.

Um grande parabéns a esta mulher, mostrando a força feminina e contestadora do verdadeiro industrial, com seus minimalismos e experimentos musicais.

E, para quem não conhece, deixo abaixo algumas músicas:

Discografia

Álbuns de Estúdio

The Falcon and the Pod (2011)

EPs

aVigillant Carpark (2009)

LPs

…And Six Dark Hours Pass (2010)

A Cassette Tape Culture (Phase One) (2010)

A Cassette Tape Culture (Phase Two) (2011)

A Cassette Tape Culture (Phase Three) (2011)

Links Relacionados

http://www.myspace.com/atelecine

https://www.facebook.com/aTelecine

http://pendusound.com/artists/aTelecine

http://www.sashagrey.com/

http://www.myspace.com/sashagrey

http://www.facebook.com/SashaGrey

http://twitter.com/SashaGrey

http://vimeo.com/sashagrey

Compartilhe
Share