Atrium Noctis: “Tem gente que vai no Wacken sem saber nada de metal”

You can read this post in: Inglês

ATRIUM NOCTIS é uma banda vinda lá de Colônia, na Alemanha. Inicialmente como uma banda montada para fazer parte de um projeto musical para um filme, continuaram para um grupo independente e, posteriormente, desenvolveram um estilo que se aproxima da música erudita.

Ano passado lançaram Aeterni pela Sliptrick Records e, com ele, incorporaram toda uma sorte de técnicas e de novas ideias. Falando um pouco sobre a banda e sobre o trabalho, entrevistamos Hydra Gorgonia, líder, fundador e único membro da formação original da banda.

GROUNDCAST Poderia nos contar um pouco da história da banda?

HYDRA GORGONIA ATRIUM NOCTIS é uma banda de Colônia, Alemanha, formada em 2002 por Hydra Gorgonia. Foi concebida inicialmente como um projeto musical para o Festival de Cinema de Oberhausen (Filmfestspiele Oberhausen). Após terminar as músicas, uma nova banda tinha nascido.

No outono de 2003, gravamos nosso primeiro álbum, Blackwards, no Stonehenge Studio. Por não termos um vocalista, o trabalho contou com um músico convidado para os vocais. As influências deste disco vêm do black metal sinfônico dos anos 1990, assim como do Pagan Metal, Dark Metal, trilhas sonoras atmosféricas e música erudita.

Quando arrumamos um novo vocalista em 2004, começamos a nossa primeira turnê. Em novembro do mesmo ano, fizemos nosso primeiro clipe para a música Silencio, com a direção de Niklas Hlawatsch e equipe. No ano seguinte fomos de novo ao Stonehenge para gravar Eyes of Medusa.

Após alguns shows com Aardvarks, Nordafrost, Laid In Ashes, In Blackest Velvet, Insignium e Dark Wire, começamos a compor o novo disco de estúdio, então em 2009 entramos novamente em estúdio. Home foi masterizado na Noruega por Tom Kvalsvoll (Dodheimsgard) . Ficamos muito contentes em trabalhar com o renomado artista Gerald Axelrod, que nos cedeu uma de suas fotografias para a capa deste trabalho.

E o ano de 2010 foi muito bom para a gente. O terceiro álbum, Home, foi lançado pela Naturmacht Productions e o videoclipe de saiu como primeiro single. Tivemos resenhas bem favoráveis acompanhadas de shows, entrevistas e, claro, a apresentação dessa nova obra-prima. Um ano depois tivemos uma mudança quase completa na nossa formação.

Esta mudança fez com que as nossas novas músicas ficassem mais longas e mais complexas. Em 2014 encontramos uma nova vocalista feminina., o que fez com que passássemos a contar com dois cantores na banda.

E agora, em 2017, terminamos as gravações e o disco foi masterizado por Martin Buchwalter (Suidakra, Accu§er, Tankard, Destruction). Também tomamos a decisão de tocar com três guitarristas ao vivo e no próximo trabalho. E essa nova formação começou, de fato, no halloween de 2016.

GROUNDCAST Quais as suas influências?

HYDRA GORGONIA Nossas influências vão desde Dimmu Borgir, Cradle Of Filth, Graveworm, Finntroll, Satyricon, Ad Inferna, Summoning, Moonsorrow e Empyrium até grandes clássicos da música erudita, como Beethoven, Brahms, Mussorgsky, Tschaikowsky e Dvorak. Desenvolvemos um estilo musical muito próprio conforme as influências do meio metal foram caindo, as do meio erudito foram aumentando.

GROUNDCAST Neste ano que passou vocês lançaram o Aeterni após sete anos do lançamento de Home. Por que levaram tanto tempo para este lançamento?

HYDRA GORGONIA Após a saída de quase todo mundo, exceto pelo Hydra, o problema era encontrar músicos bons que se encaixassem na musicalidade e personalidade da banda, o que aconteceu bem rápido. Alguns músicos muito bons se juntaram com a gente, exceto pelo baterista.

Leva tempo escrever músicos que tenham entre oito a dez minutos e que funcionem dentro das nossas linhas de composição. Depois de um tempo tivemos que trocar de baixista. Após a gente encontrar um baterista, pudemos ir ao estúdio terminar as gravações de Aeterni.

Perto do fim das gravações, encontramos um vocalista para fazer as partes gritadas e uma mulher para as vozes mais suaves. O trabalho com os vocais levou onze meses e, após isto, eles puderam ser gravados em estúdio.

Então, em seguida, nosso guitarrista, com uma habilidade clássica muito grande, gravou as partes que faltavam e pudemos mixar o CD., Mas, algo estava faltando. Sim, um encarte. Então, alguém precisava fazer a arte da capa, tirar algumas fotos e um designer gráfico tinha que colocar tudo isto junto. Neste tempo, o nosso álbum foi masterizado. E, por último, foi preciso encontrar um selo que o lançasse.

GROUNDCAST Moro aqui na Alemanha por mais ou menos três anos e sei o quão viva é a cena metal daqui, mas gostaria de saber, de vocês, como é a experiência da banda nestes quinze anos de existência, como vocês podem descrever a cena alemã em que vocês se encontram.

HYDRA GORGONIA Não é uma cena homogênea como as pessoas de fora podem pensar, é mais heterogênea, mais ou menos diversa. Você encontrará pessoas que vão a shows e escutam todo tipo de banda de metal e que ajudam, mas, por outro lado, tem também gente que não gosta de ti porque acham que você faz o tipo errado de música. Estamos entre essas linhas, porque fazemos música que vai além do metal, black metal ou qualquer outra coisa. Por exemplo, quem tradicionalmente ouve death metal costumam ser menos tolerantes que os ouvintes de outros estilos. Tem gente que vai no Wacken sem saber nada de metal ou mesmo da cena, porque para eles é apenas mais um evento. Em nossa cidade natal, não tem uma cena de verdade, porque as pessoas aqui ouvem uma música mais carnavalesca. Se você for ao norte, cerca de uns 80 quilômetros daqui, rumo a Ruhrport, vai encontrar comunidades de fãs de heavy metal.

GROUNDCAST Como é o processo de composição da banda?

HYDRA GORGONIA Escrevo a música dependendo do tema ou da história e mostro para a banda. Fazemos juntos os arranjos e, depois, junto do vocalista, fazemos as linhas de voz. No fim, o letrista escreve as letras que compõe uma história e também as adapta para as linhas vocais junto com o vocalista. Uma música toma de seis a doze meses para ficar pronta, mas sempre estamos trabalhando em mais de uma música ao mesmo tempo.

GROUNDCAST Como tem sido a aceitação do novo material pela imprensa e pelos fãs?

HYDRA GORGONIA As reações têm sido das mais diversas, pois a maior parte da música tem sido bem cotada em termos de produção, o que representa a mixagem, mas tem sido criticada pelo som.

GROUNDCAST Você conhece alguma banda do Brasil e já recebeu algum convite para tocar por aqui?

HYDRA GORGONIA Não, nunca recebemos nenhum convite, mas quem sabe no futuro. Acho que seria interessante. E apenas conheço o Sepultura que eu e o Rhadamanthys vimos ao vivo. Tem também o Sarcófago, que é uma outra banda que a gente conhece.

GROUNDCAST O que o nome ATRIUM NOCTIS representa para a banda e como ele reflete a música que vocês fazem?

HYDRA GORGONIA ATRUIM NOCTIS significa o átrio ou o pátio da noite ou um arco que passa pela noite. Isto simboliza que não pertencemos ao lado mais negro do black metal que usamos música clássica e sinfônica em nossas canções.

GROUNDCAST Nos últimos dois trabalhos vocês colocaram algumas músicas com letras em alemão (me corrijam que eu estiver errado). Como aconteceu esse processo de adicionar alguma coisa em sua língua materna?

HYDRA GORGONIA Em Home tem apenas uma em alemão, a Spuren Eines Wolfes. A música e a história acontecem ao mesmo tempo no nosso processo de composição, então a gente se preocupa em manter o conteúdo lírico numa forma mais aceitável. Por causa disto que a gente resolveu colocar um letrista na banda. Para uma melhor compreensão na língua natural, preferimos colocar em alemão. A música não soaria tão boa ou forte se fosse em inglês.

GROUNDCAST Estamos na era da internet, onde pode-se encontrar quase de tudo online. Em muitos países como aqui na Alemanha, isto é mais restrito, fazendo com que não seja seguro fazer downloads. E temos também serviços como Spotify. Qual sua opinião sobre isto?

HYDRA GORGONIA Isto mostra que a roda do tempo gira e não podemos voltar atrás. Eu não gosto disto, pois para mim um disco, com encarte é uma combinação que se transforma numa verdadeira obra de arte.

GROUNDCAST Quais os planos para este ano de 2018?

HYDRA GORGONIA Primeiro, vamos gravar um vídeo profissional. As canções do novo álbum já estão finalizadas e agendamos o estúdio. Também teremos uma grande sessão de fotos no começo deste ano.

GROUNDCAST Agora o espaço é de vocês para dizer alguma coisa para os nossos leitores.

HYDRA GORGONIA Eu agradeço. Deixem-se levar pelo Aeterni através de um mundo de histórias, mitos e lendas!

Links Relacionados

http://www.atrium-noctis.com/

https://www.facebook.com/atriumnoctis/

https://soundcloud.com/atrium_noctis

https://www.youtube.com/channel/UCZ4r7bE-QMS0OBEZum1evjA

https://twitter.com/atrium_noctis