Músicas da minha adolescência

      Nenhum comentário em Músicas da minha adolescência
Use as ← → (setas) para navegar

Conheci toda a brutalidade do grupo quando assisti a esta entrevista para o Fúria MTV. Impressionou-me a o peso, a velocidade e a excelente qualidade e técnica do grupo. O fato deles serem brasileiros também me deixava muito contente, sobretudo porque antes conhecia apenas o Angra e o Sepultura de bandas nacionais de metal (o Gangrena ainda era hardcore/crossover para mim na época).

Use as ← → (setas) para navegar