[Resenha] STORM{O} – Ere (2018)

      Nenhum comentário em [Resenha] STORM{O} – Ere (2018)

1. Taxidermia (4:03)
2. Lama (1:12)
3. Porta Dell’Attimo (1:54)
4. Praticamente Intero (1:50)
5. Preludio (0:30)
6. Meteorite (1:58)
7. Organismo (2:28)
8. Mantra (2:47)
9. Metafora Des Distacco (3:28)
10. Cenere (2:12)
11. Stasi (2:06)
12. Mimesi (1:54)
13. Attacco (2:48)

Hardcore / Crossover, Moment of Collapse Records

Rapaz, que pedrada este disco. Antes de começar a resenha já adianto que certamente é um dos meus discos do ano de 2018 e o ano mal começou. Este grupo acaba de lançar seu mais novo disco, intitulado Ere, totalmente cantado em italiano, trazendo treze faixas da mais absoluta brutalidade sonora, que ressoa com muita força em músicas rápidas, curtas e sem nenhum tipo de frescura.

Musicalmente nota-se uma influência forte de bandas como Converge na sonoridade dos rapazes do STORM{O}, até mesmo porque existe uma parte técnica extremamente apurada, sobretudo nas linhas de guitarra e bateria, a despeito da sonoridade ser ainda bem simples e direta. Além disso, é tudo muito ruidoso, abrasivo, numa mistura bem completa de hardcore, metal, noise rock, crust e um pouco de sludge em alguns momentos. Some a este conjunto um baixo extremamente barulhento, um vocal que em algumas vezes abandona a melodia vocal para fazer uma voz quase narrada, totalmente fora de sintonia com o resto da música.

Eu destacaria neste trabalho as faixas Lama, que é o single do grupo, com altas doses de sludge, Mantra, que é a destruição sonora por meio de linhas agressivas de bateria interrompidas para dar vazão ao baixo, Taxidermia, que é a maior música e apresenta o que virá em seguida para o ouvinte e Cenere, que tem altas influências de thrash metal (me lembrou um bocado o Anthrax aí).

Fazia tempo que não pegava um trabalho no começo do ano e dizia: caralho, que discão foda.

Links Relacionados

http://stormomusic.com/

http://de-de.facebook.com/stormohc/

http://stormo.bandcamp.com/