Home Review Attractha – No Fear to Face What’s Buried Inside You (2016)

[Review] Attractha – No Fear to Face What’s Buried Inside You (2016)

107
0
SHARE

1 Bleeding in Silence
2 Unmasked Files (Revisited)
3 231
4 Move On
5 Mistakes And Scars
6 No More Lies
7 Holy Journey
8 Victorious
9 Payback Time

Um grande problema dentro do chamado “metal nacional” é a repetitividade de algumas bandas. Quase todo mundo quer ser algum ídolo do heavy metal ou do thrash metal, daí a gente tem um monte de clones de bandas estrangeiras fazendo um som ruim. E, por sorte, o pessoal do Attractha, em seu primeiro disco, consegue fugir dessa sina.

Com certeza não é um disco inovador, nem se arrisca em fórmulas diferentes. Contudo, atualiza muito do heavy e do thrash metal em sua sonoridade, trazendo uma produção de alta qualidade, assinada por ninguém menos que o senhor Edu Falaschi, o que dá uma diferença muito grande com relação ao que foi lançado em seu EP, Engraved.

De forma bem resumida, é um bom disco de heavy metal. A maior ênfase fica na bateria extremamente marcada de Humberto Zambrin, numa timbragem que valoriza sobretudo as notas mais graves, dando bastante peso para a música. Nota-se também a excelente execução de vozes de Cleber Krichinak, que apresenta uma voz bastante versátil para o estilo que a banda propõe neste disco.

Das faixas desse trabalho, gostaria de destacar Bleeding in Silence, que traz todo o peso necessário para chamar a atenção do ouvinte e conduzi-lo para o restante do trabalho, com algumas passagens que remetem ao saudoso Pantera; No More Lies, uma balada pesada que tem um começo de guitarra interessante e conta com as vozes femininas de Maitê Gondin; e Victorius, para mim a melhor música deste trabalho, que traz um pouco de influências de bandas com sonoridade mais moderna, sobretudo Machine Head e Fear Factory.

É um excelente disco, com uma produção muito legal. A única ressalva é que a banda precisa ousar um pouco mais ao trabalhar com um gênero já tão combalido como o heavy metal. Usar menos clichês, buscar outras inspirações e aproveitar todo o potencial que o conjunto tem para soar como algo diferente. Estão no caminho certo.

Links Relacionados

www.attractha.com

www.facebook.com/attractha

www.facebook.com/groups/Attractha

www.twitter.com/attractha

www.instagram.com/attractha

https://www.facebook.com/DunnaRecords (Assessoria de Imprensa)

Compartilhe
Share