Home Review Waning – Never Leave an Imprint

Waning – Never Leave an Imprint

43
0
SHARE

You can read this post in: Inglês

10363350_783410821693647_8539499414071410068_n

WANING – NEVER LEAVE AN IMPRINT – 4/5

Never Leave in Imprint mostra para que o Waning veio, fazer música de qualidade. Com uma evolução significativa em seu som, este EP está recheado de ótimos momentos em 4 excelentes músicas que merecem muito sua atenção.

Começamos o EP com Derail Me, que já começa agressiva. Uma das minhas partes preferidas da letra é: “Among familiar faces/ Yet another day, relives it self an endless repetition, (mundane)/ Same routine everyday, time slowly run out of me/ Gone are all hope/ I no longer have time for me”. Como todas as músicas do Waning, suas letras se pautam em temas do cotidiano e como a vida está sendo levado ultimamente. Com riffs consistentes e uma ótima estrutura, Derail Me abre o EP de forma magnífica e surpreendente.

Em Closure sentimos uma energia diferente, mas que ainda faz parte do Waning. É uma agressividade demonstrada de forma diferente, cativante e precisa. A música mantem a mesma linha, sem deixar o ritmo. Os riffs são bem encaixados e não deixam buracos na melodia.

At the Peak of Indifference é a próxima música. De forma mais cadenciada ela já empolga logo de começo. Suas letras fazem uma importante reflexão sobre algumas atitudes que tomamos em relação a outras pessoas. Como o nome já diz, ela trata bastante sobre indiferença. Para mim, o ponto alto da música é aos 1:46, onde ela adiciona um riff mais melódico por um período. Esse riff descreve muito da música para mim, pois sua simplicidade impacta com a simplicidade que poderíamos tomar decisões (lembrando que esta é minha opinião).

Para finalizar temos Do Not Make a Sound. Dando uma ótima continuidade ao EP e o fechando de forma digna.  Ela tem bastante clima de conclusão, mas ao mesmo tempo deixa muitas dúvidas e pontas soltas. Com passagens muito interessantes e variações interessantes na música.

Never Leave an Imprint é um marco para o Waning, o EP mostra bastante consistência e maturidade musical. É uma evolução de Feeding of Fragments e espero que a banda continue a evoluir cada vez mais e nos presentear com excelentes músicas. Ansioso pelo próximo lançamento.

Conheça mais sobre a banda: Facebook

Bandcamp

Compartilhe