Rock e preconceito: quando o sujo fala do mal lavado

Anterior1 of 8Próximo
Use as ← → (setas) para navegar

Vamos ser bem sinceros: existem problemas com fãs de diversos estilos musicais. Afinal, quem nunca teve problemas com aquele cara que acredita que tal banda é boa por ter o solo de guitarra mais complexo? Ou gente que se dói porque falaram mal da sua “banda do coração”? E nestes tempos de facebook o que mais se tem visto é a briga de “roqueiros” contra “outros gêneros musicais”. Em momento algum quero generalizar e dizer que todos os fãs são assim. Mas ter milhares de pessoas comentando num perfil como o do “Unidos contra o rock” é de se admirar. Sobretudo pelos “fãs do roquenrou”, que defendem seu gênero com unhas e dentes, comprando um discurso da indústria cultural.

Anterior1 of 8Próximo
Use as ← → (setas) para navegar

Author: Fabio Melo

Share This Post On

facebook comments:

13 Comments

  1. Existe preconceito até mesmo entre os roqueiros : pra ser roqueiro de verdade, tem de saber de tudo sobre a banda, até o nome do cachorro do vocalista! ao contrário vc é poser. E entre os sub-generos do rock então, nem se fala: metaleiros contra punks por exemplo.

    Quanto ao preconceito a outros gêneros, confesso que já pensei igual essas crianças, mas foi apenas uma fase. Hoje eu ouço Rock e outros gêneros numa boa
    sem me importar com o que os outros pensam. Feliz é aquele que respeita os outros independentemente da música que eles escutam.
    Parabéns pelo o texto

    Post a Reply
  2. eu sou rockeiro e concordo com quaìs todas respostar .EU no face so muito criticado ..mais pelo funkeiros, maìs eu nao….ligo…FIKO na minha ..nao vem nem na minha cabeça .. Escrever criticando eles…QUEM sou eu para critica . Mair tambem quem sao eles para noìs critica …CADA UM TEM O SEU gosto faça o bom uso dele.,

    Post a Reply
    • E é exatamente este o ponto, Wesley, existe um problema em se importar demais com o que o outro faz ou deixa de fazer.

      Post a Reply
  3. acho que oque muitas pessoas não entendem é o direito de cada um ter o seu própio estilo! não vai adiantar nada eles ficarem com essa idiotisse de criticar estilos músicais! tanto da parte dos outros estilos quanto da parte de “certos” roqueiros!!! eu amo rock e não gosto de ver esse tipo de coisa! como disse a ana luiza que “aque­les que são roquei­ros de ver­dade não ficam cri­ti­cando o estilo musi­cal do outro , mesmo que eles nos cri­ti­cam temos de ser superiores”

    Post a Reply
  4. Pessoal eu sou roqueira , e me dá um desgosto ver as pessoas achando que conhecem o rock o bastante para critica-lo , e tem pessoas que se dizem roqueiros só por estarem com uma pulseira de com tachas ou uma calça rasgada e na verdade não sabem nem o que é rock , e quando são os funkeiros nos esculachando eles usam o capeta contra nós , e quando são os que se dizem roqueiros esculachando eles , eles usam a pornografia , mas os que se dizem roqueiros são tão burros que não percebem que nem todo funk tem pornografia e os funkeiros são tão nojentos que não percebem que nem todo rock tem capeta , então aí eu dei a entender que aqueles que são roqueiros de verdade não ficam criticando o estilo musical do outro , mesmo que eles nos criticam temos de ser superiores .

    Post a Reply
    • O grande problema Ana é as pessoas acharem que saber isto ou aquilo sobre determinado estilo as torna melhores. Uma pena, ainda existem fãs que precisam desligar certos preconceitos.
      Eu também me sinto bem desgostoso ao ler certos “comentários” de roqueiros…

      Post a Reply
  5. Acho que você está falando de uns que se dizem rockeiros, mas na realidade não entendem alguns ideais do rock. Rock prega liberdade e é contra preconceitos. A realidade é que ouvir rock e ser rockeiro são coisas diferentes (opinião minha). Ouvir rock é como ouvir qualquer outra coisa. Ser rockeiro é ter os ideais, estilo e etc.
    Mas enfim, não gosto de funk, por razões pessoais e porque cada um tem seu gosto, mas quem ouve não me incomoda nada, desde que não me faça ouvir junto. Só é triste ver tanta banalização do sexo. Funk cria preconceitos também, afinal, funk (opinião minha novamente) em grande parte das vezes têm letras que correspondem ao pensamento massista, que não tem nada de mal, mas que valoriza o homem e despreza a mulher. Passar o pau na cara dela? Coisa bela e singela é fazer ela feliz rapaz!
    Quer uma opinião sobre o texto? Não generalize grupos, afinal, as pessoas são muito diferentes e não puxe tanta sardinha pro saco do funk, porque, me desculpe, tem mais coisa ruim do que boa.

    Post a Reply
    • Acredito que você tenha pulado a parte que diz assim:

      “Tam­bém isto não é algo que se apli­que a todos os fãs.”

      Releia, logo no final texto.
      Sem contar que certamente você nunca deve ter lido uma letra do WASP, onde temos vulgaridades tão grandes como. Mas, contudo, entretanto, isto demonstra o quanto ler e interpretar é mais essencial do que vir com paus e pedras. Em nenhum momento o texto é a favor do funk ou do rock. Ele se coloca contra uma atitude imbecil por parte de alguns fãs.
      E você diz para não generalizar e, no entanto, diz assim:

      Funk cria pre­con­cei­tos tam­bém, afi­nal, funk (opi­nião minha nova­mente) em grande parte das vezes têm letras que cor­res­pon­dem ao pen­sa­mento mas­sista,(…)

      Francamente.

      Post a Reply
  6. Eu achei muito claro seu texto e todo conteudo incluso, realmente to cansada de entra no facebook e ver toda essas rivalidade de tribos. Eu amo o metal, é tudo pra mim, e eu não descriminalizo outros estilos de musicas, mas pergunto pras pessoas que “odeiam” o estilo musical rock, o que tem de produtivo nas letras das musicas que eles “curtem” , realmente nunca tem argumentos para debater comigo, o que gostam mesmo é ver mulheres quase peladas dançando.
    Mas enfim, devemos sempre manter o respeito a qualquer um que seja,cada um curte o que gosta, não é problema nosso.

    Post a Reply
  7. Realmente existem letras boas e ruins na cultura do rock assim como em todos os estilos musicais, assim como pessoas ignorantes.
    Sinceramente, este texto foi tendencioso e unilateral, criticando os roqueiros de forma direta e ironica deixando de lado todas as criticas que roqueiros recebem.
    Concordo apenas em alguns pontos, porém existe uma critica direta aos roqueiros, generalizando a cultura do rock baseando-se apenas em alguns exemplos que claramente não representam a maioria, a menos que voce possua algum estudo detalhado sobre isso, possue e eu desconheço?
    Esse texto contraditorio não seria apenas um texto repleto de ignorancia que julga e penaliza toda a cultura?
    Escrever bem não é sinal de sabedoria.

    Post a Reply
    • Não foi unilateral. É mais fácil ignorar o que está escrito, sobretudo porque ele fala de discurso. E generalização não é erro, erro é considerar um único exemplo como base para todo o resto , embora a lógica dedutiva permita isto.
      Além disto, releia o trecho:

      Tam­bém isto não é algo que se apli­que a todos os fãs.

      Menos achismo e mais clareza na leitura.

      Post a Reply
  8. Bati palmas para seu texto! Não aguento mais entrar no Facebook e ver toda essa estupidez rolando não aprenderam nada com o rock.

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>