Home Entrevistas VOCIFERATUS: Entrevista com Luiz Mallet

VOCIFERATUS: Entrevista com Luiz Mallet

73
1
SHARE

vociferatus 2

Eis que depois de algum tempo venho com uma entrevista de outra banda da cena carioca, desta vez conversei com a banda Vociferatus está na ativa desde 2008 e prestes a lançar seu primeiro álbum. Já assisti alguns shows da banda e sempre fico impressionado com a preocupação em apresentar as músicas da melhor maneira possível. Cada vez mais eu me convenço que a cena carioca está em boas mãos, todavia é preciso mais participação do público, não é somente de bandas que vive uma cena. Enfim, vamos a entrevista com o senhor Luiz Mallet, excelente pessoa e músico.

GROUNDCAST O Vociferatus se formou em 2008 com você, Pedrito e o Augusto. Como que foi isso? Os primeiros passos na formação de uma banda marcam muito os membros, principalmente por definirem metas futuras, isso também ocorreu com vocês?

Luiz: Olá a todos que acompanham o Groundcast! Bom, nós sempre tivemos muitas influências para definir o som da Vociferatus e no começo nós não sabíamos bem qual direção seguir. Após alguns ensaios, conversas e reuniões, a gente foi encontrando uma identidade, aprofundando nossos conhecimentos e definindo o futuro da banda até o que somos hoje.

 

GROUNDCAST Quais foram as principais bandas e/ou artistas que influenciaram vocês a definirem o estilo de tocar e compor?

Luiz: Bom, como eu disse, somos todos muito influenciados por muita coisa, inclusive algumas coisas fora do Metal. Nós (eu, Pedrito e Augusto) gostamos muito de bandas como Behemoth, Belphegor, Marduk mas também gostamos bastante de coisas como post-rock, drone, ambient. Lucas e Filipe são apaixonados por Iron Maiden e coisas do tipo e assim vai. Acho que toda essa miscelânea de gostos, incluindo também as peculiaridades, formam a nossa sonoridade.

 

 

vociferatus 2

 

GROUNDCAST Em 2010 vocês gravam a primeira demo, e logicamente devem ter feito alguns shows, como foi a recepção das músicas da banda naquele momento?

Luiz: A recepção foi boa! Fizemos alguns shows com a formação antiga para divulgação dessa Demo, abriu um bom caminho para lançarmos o “Blessed By The Hands Of Flames” no ano seguinte.

 

GROUNDCAST Sobre o “Blessed By The Hands Of Flames” vocês gravaram uma espécie de videoclipe, mostrando os bastidores da gravação do EP e algumas partes de apresentação ao vivo. Vocês pretendem fazer outro vídeo do tipo mostrando a nova fase da banda?

Luiz: Não é o intuito. Temos vontade de fazer um clipe mais profissional para divulgar o nosso próximo trabalho. Mas não descartamos a ideia de fazer algo no molde no futuro.

 

GROUNDCAST Vocês têm anunciado através da página da banda no Facebook que estão gravando um novo álbum e inclusive já divulgaram a capa deste novo trabalho. Como que está o processo de gravação do álbum? Já tem alguma previsão de lançamento?

Luiz: O processo de gravação está bem adiantado! Estamos na finalização do disco e em breve daremos mais detalhes sobre o Mortenkult. A previsão de lançamento do álbum é para o começo do segundo semestre do ano vigente. A arte da capa foi feita pelo conceituado artista brasileiro Marcelo Vasco, que já trabalhou com bandas como Belphegor, Dimmu Borgir, Keep Of Kalessin e muitas outras. Ficamos bem satisfeitos com o resultado e ecu acho que ela consegue transmitir bem o que queremos mostrar com esse trabalho.

 

vociferatus 2

 

 

GROUNDCAST Ainda falando sobre composição e coisas do gênero, como que se dá o processo de composição da banda? E para a parte lírica, vocês tem alguma influência?

Luiz: As composições são feitas por mim essencialmente. Depois de pronta eu levo ela para o restante e eles dão as pinceladas nela com o estilo de tocar deles e ideias de arranjos, tudo em estúdio. A parte lírica é escrita em grande parte por mim e pelo Pedrito. A gente tem como base conceitual as consequências e visões sobre guerras e conflitos ao redor do mundo, também um pouco de fantasia literária e mitológica.

 

GROUNDCAST A internet sem dúvidas é um ótimo meio de divulgação, como vocês tem aproveitado esse recurso para promoção da própria banda?

Luiz: Acho que hoje em dia a internet é um grande trampolim para bandas novas, a maioria das páginas usadas hoje para divulgação de material oferecem uma base interessante, dados do público que você está atingindo e até formas de como conseguir que mais pessoas cheguem até a sua música, isso é incrível! A internet faz a mensagem chegar aonde há uma década atrás achávamos impossível e nós tentamos aproveitar isso da melhor maneira possível sendo bastante ativos pela web (Fanpage da Vociferatus). Além disso, o nosso ultimo trabalho chamado “Blessed By The Hands Of Flames” pode ser baixado de graça (Com artes, encartes e letras) por este link.

 

GROUNDCAST Este ano de 2013 está praticamente na metade, quais sãos os próximos passos da banda para o resto do ano? Vai ter alguma novidade?

Luiz: Além do lançamento do nosso debut álbum “Mortenkult”, que conta com algumas participações especiais bem legais e uma gama de influências, temos mais alguns shows para serem feitos até o fim do ano e quem sabe embarcar em alguma turnê grande até o fim de 2013. Fique de olho na banda pela fanpage e irá descobrir a onde estamos indo sempre!

 

IMG_1823

 

GROUNDCAST A cena carioca, pouco a pouco está se destacando num âmbito nacional, e é inegável que o Vociferatus, ao lado de outras bandas como o Ágona e o Hatefulmurder tem um papel fundamental nisso tudo. Como vocês, que estão envolvidos nisso tudo avaliam a cena e a crescente profissionalização das bandas?

Luiz: Nossa, fico feliz por ouvir que fazemos parte dessa crescente da cena carioca, obrigado! É muito gratificante para eu ver as bandas do Rio de Janeiro crescendo num todo. Tem muita coisa boa sendo feita aqui. O público carioca é exigente, amadorismo não é mais bem aceito por aqui e você pode sentir isso pelos trabalhos das bandas daqui. O único problema é que a galera precisa sair um pouco mais de casa e comparecer aos shows autorais por aqui, que rolam com alguma frequência. Tem muita gente aqui que não sabe que som de qualidade é feito do lado da casa dele.

 

GROUNDCAST Eu gostaria de agradecer a vocês pelo tempo e atenção cedidas ao nosso blog e gostaria de pedir para que deixem uma mensagem para quem tem acompanhado o trabalho de vocês e para aqueles que venham a conhecer a banda.

Luiz: Nós que agradecemos o espaço cedido pelo Groundcast! Muito obrigado a todos que tem nos apoiado e nos estimulado durante esses cinco anos de guerra, e para quem ainda não conhece a gente, saibam que estamos esperando vocês como soldados da nova oposição.

 

links Relacionados:

Facebook

Twitter

Youtube

Reverbnation

Myspace

Compartilhe
Share